Os benefícios da Cerveja

Beer

junho 14, 2012 | Posted in Notícias

Todo mundo diz que a cerveja só serve pra aumentar a “pancinha” e deixar mau-hálito, mas pra quem não sabe, a cerveja tem sim propriedades benéficas a sua saúde, e não são poucos, dá só uma olhada:

Em apenas um copo de cerveja, temos pelo menos o dobro de antioxidantes de um de vinho branco, por exemplo. Mas, além disso analisando a composição da cerveja, encontramos:
93% de água. Comparando com outras bebidas alcoólicas, a cerveja é a que melhor combate a sede pelo seu alto conteúdo de água, que compensa a desidratação causada pelo álcool. A alta quantidade de água também ajuda no funcionamento dos rins, atuando como diurético. Eis o motivo das idas ao banheiro com maior frequência.
Álcool (etanol) 3,4%-9%. Ingerido em doses moderadas, o álcool ajuda a diminuir o nível de gordura nas paredes arteriais.
Calorias. Um copo de 200 ml contem aproximadamente a mesma quantidade de calorias de um copo de leite.

CervejaLembrando que os benefícios são observados através do consumo moderado.

Matéria extraída do site Clic RBS - Rádio Saúde do dia 23/abril/2012.

Leia mais →

Diferenças entre Cachaça e Pinga.

Cachaça 51

janeiro 16, 2012 | Posted in Curiosidades

Cachaça

Por volta de 1540, os primeiros engenhos para produção de açúcar e rapadura foram instalados no Brasil. Para se fazer rapadura fervia-se o caldo de cana, separando a espuma que se formava, que era conhecida na época por cagaço, para dar aos animais. Os escravos perceberam que após um ou dois dias parado, o cagaço fermentava, transformando-se em álcool. Não demorou muito para os senhores de engenho descobrirem esse álcool. Acostumados a produzir a bagaceira, uma aguardente feito da uva, os senhores de engenho resolveram destilar o cagaço para separar as impurezas e surgiu assim a cachaça.

 

 

Pinga

Para se ter melado, os escravos colocavam o caldo da cana-de-açúcar em um tacho e levavam o caldo ao fogo. Não podiam parar de mexer até que uma consistência cremosa surgisse. Um dia, cansados e com serviços ainda por terminar, os escravos simplesmente pararam e o melado desandou. Como não sabiam o que fazer a única saída que encontraram foi guardar o melado longe das vistas do feitor. No dia seguinte, encontraram o melado azedo. Misturaram o melado fermentado com o novo e levaram os dois ao fogo. O “azedo” do melado era na verdade álcool, que aos poucos foi evaporando e formando goteiras no teto do engenho, que pingavam constantemente, era a cachaça já formada que pingava. Daí surgiu o nome pinga.

 

Outra diferença é que a Pinga é uma cachaça artesanal e a Cachaça é o destilado do caldo da cana-de-açúcar.

 

Fonte = http://carlosedison.blogspot.com/2009/02/qual-diferenca-entre-aguardente-cachaca.html

Fonte (2) = http://papodebuteco.net/mitos-e-verdades-sobre-a-cachaca

Leia mais →

Energéticos: Verdades e Mitos.

junho 26, 2011 | Posted in Artigos

Para enfrentar a agitação da balada ou para espantar o cansaço de uma noite mal dormida. Estes são apenas dois dos motivos para o consumo de energéticos, os hoje chamados de “refrigerantes para adultos”.

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas não Alcoólicas, entre julho e dezembro de 2008, o consumo destes produtos no Brasil foi de 11,7 milhões de litros. No mesmo período de 2009, esse número já era de 17,3 milhões, um salto de 48,5%.

Geralmente associada à festas, noitadas e a mistura com bebidas alcoólicas, a bebida produzida à base de substâncias estimulantes, que dão mais pique ao organismo durante um determinado período, também vem sendo relacionada a hábitos de vida saudáveis, como a prática de esportes.

No Brasil, uma das cinco marcas que disputam o mercado nacional, a TNT, é patrocinadora de 16 atletas olímpicos brasileiros. Seu representante mais notório é o nadador César Cielo, campeão olímpico e recordista mundial dos 50 metros livres.

Mas será que os energéticos são benéficos para a sua saúde? Ou, pelo contrário, podem trazer consequências ao organismo? E será que viciam? Numa competição, pode dar dopping? A lista de dúvidas que rondam os tais “refrigerantes” é grande.

Leia mais →